3 de mai de 2009

Old Macdonald had a farm

Sinal de mudança dos tempos. É gripe do frango, gripe suína, vaca louca... Do jeito que as coisas andam já já o Velho Macdonald vai ter que plantar soja. E não pode ser transgênica.

18 de abr de 2009

Inclusão? Aqui não.

Ok, se o brasileiro bem informado já acha um pandemônio a inclusão digital, preparem-se pois vocês ainda não viram nada.

A Honda acaba de lançar a CG Titan bicombustível, uma motoca movida a álcool e a gasolina. Segundo dados oficiais enquanto com gasolina a lambreta oficial dos motoboys e afins faz 41km/l, com áico ela faz 29.

Nada mal, não é mesmo? Agora imaginem a invasão ainda maior de motos no trânsito que teremos. Daqui a pouco teremos tantas motos no meio da rua que aqueles corredores que ficam abertos (caso você queira manter o seu retrovisor) serão destinados aos carros.

Levando-se em conta que em SP você encontra (ou encontrava) o litro do álcool por pouco mais que R$1,00, com "10 reáu" o fera legal consegue andar 290km. Tenha medo.

Da mesma forma que uma população mal educada transforma a Internet numa caixa de Pandora, não podemos simplesmente equipar com meios de transporte uma gente despreparada para lidar com situações de risco muito menos praticar direção defensiva. E ai de você se atropelar algum.

Eu oficialmente odeio a Honda a partir de hoje.

14 de abr de 2009

Fritas acompanham?

Ok, mais um exemplo rápido do que o aumento do poder de compra de gente mal-educada provoca no cotidiano da classe média.

Fui ao banco e estacionei corretamente. Um imbecil veio e estacionou o seu palio de quinta mão bloqueando TODOS os outros carros. Quando eu digo TODOS, não tem excessão. Ou você tem um Delorean ou fica lá com cara de bunda.

O manobrista foi buscar a chave com o proprietário do cururu e ouviu um NÃO do mesmo, dizendo que ele só ia "pagar uma continha rapidinho", que "era só o pessoal esperar que ele já vinha". Quer um escalda-pé também?

Saí com um quente e dois fervendo em direção ao sujeito, e a 120 decibéis falei educadamente:

- Amigo, você é o dono do Palio?
- Sim, sou eu, eu só vou pag...
- Companheiro, você acha mesmo que eu e todos os outros motoristas vamos esperar você pagar sua conta enquanto ficamos todos presos no estacionamento que VOCÊ BLOQUEOU?
- É ráp...
- Companheiro, tire o seu carro imediatamente;
- É foda mer...
- Meu amigo, você quer além de passar vergonha publicamente apanhar na frente de todo mundo?

Óbvio que o diálogo não foi até aí. Mas deveria ter ido, acho. Ou melhor, não deveria. Fiz a coisa certa. Apenas saí dizendo em voz alta que ele estava dando um péssimo exemplo para a sociedade fazendo aquilo. E por sorte quando fui para meu carro esperar ele remover o dele, um outro carro adiante tinha saído e liberado espaço suficiente para que eu, com duas rodas por cima da calçada pudesse sair antes de um confrontamento maior.

O foda é que essa mentalidade é a PADRÃO. Experimenta ir a um hospício e agir normalmente. Lá dentro o louco é você.

13 de abr de 2009

Aqui dentro, o preto é você

Como eu sou mesmo um panaca, vou postar essa historinha que retrata bem como nosso país é formado por trouxas e o nome de República das Bananas não podia ser mais correto para nossa querida "nação".

O fato é que certa vez fui chamado de mesquinho por cobrar os centavos no troco do supermercado. Como a fila estava grande, isso gerou uma certa "impaciência e insatisfação" nos outros clientes que aguardavam na fila do caixa "rápido", que é tão rápido quanto um modem de 33k numa linha da Telemar, mas isso é assunto para outro post.

Vamos lá, matemática de quarta série. O produto custava R$1,97 e paguei com R$2,00 quanto me fica de troco? Muito bem, R$0,03 ou três centavos. A mula paralítica que estava no caixa prontamente me deu o cupom fiscal e chamou o próximo. Fiz cara de paisagem e fiquei olhando pra ela, que franziu a testa como quem diz "sim, mas... o que o Sr. quer?"

Falei que queria meus três centavos de troco. Foda-se se são três centavos ou três reais. O dinheiro é meu, ganhei honestamente e só dou ele de graça se eu quiser e garanto que não vai ser pra nenhum supermercado fanfarrão. Muito a contragosto a atendente me deu R$0,05 de troco, fazendo aquela cara de nojo que o típico brasileiro com qualificação pra ser caixa de supermercado faz para alguém honesto e que exige seus direitos.

Qual é a lógica dessa anta? O supermercado pode roubar R$0,03 meus, mas não pode abrir mão de R$0,02 em favor do cliente? Então tomem nos seus bons cus e fabriquem moedas de um centavo, ou então arredondem todos os caralhos dos preços dos produtos e evitem serem chamados de ladrões ou coisas menos publicáveis.

Ouvi hoje uma história, que por sinal motivou esse post, de uma senhora aqui de Recife que cansada de receber troco em balinhas juntou um monte e foi comprar um vidro de Nescafé. Chegando na hora de pagar deu as balinhas e após o caixa retrucar, ela disse:

- Por que isso aqui é dinheiro para vocês e não é para mim?

Eu juro que queria estar presente pra ver a cara de bunda do atendente. A bronca da velhinha foi aceita mas não por ela estar CORRETA no seu pleito, e sim por ela ser conhecida por contestar o que acha estar incorreto. E nem adianta argumentar que ela não deveria ter aceito as balas. É OBRIGAÇÃO do estabelecimento ter o troco para passar ao cliente, e não COAGIR a pessoa a aceitar aquelas balinhas sebosas de abacaxi que dão dor de cabeça até no capeta.

O problema é que a corrupção está impregnada em todas as esferas do governo, assim como a falta de educação e desonestidade estão impregnadas em todas as esferas sociais, da classe A até a classe Z. Todo mundo rouba e leva vantagem, a diferença é quanto cada um pode levar desse bolo.

Como num filme que vi muito tempo atrás, na hora em que o branquelo entra na cadeia, o negão fala para ele:

- Aqui dentro, o preto é você.

Uma metáfora perfeita para as pessoas honestas e educadas desse país.

8 de abr de 2009

O doce sabor da rotina

Na fila do caixa rápido do supermercado (que é tudo menos rápido), sempre tem aquelas gôndolas com as revistas da semana. E entre diversas Contigo, Quem, Onde, Quando, Caras, Bundas e afins, tudo o que se encontra são matérias voltadas para a auto-ajuda focada em mulheres com menos auto-estima que um ornintorrinco.

Dietas milagrosas, cabelo liso num passe de mágica e simpatias para conquistar o amado sempre estão na capa dessas publicações, junto com outro aspecto que considero bem mais relevante: a rotina no relacionamento.

Vou contar um segredo pra todas vocês, mas não espalhem senão essas revistas deixam de ser publicadas. Não querer rotina no relacionamento é proporcional a comer feijoada e não soltar pum, a comer pimenta que não arde, a cerveja sem álcool, a pegar jacaré sem tomar caldo.

Se você quiser ter um relacionamento que dure mais do que uma bala de menta, pode se preparar para cair na rotina. Aquele apetite sexual e aquela vontade louca de passear o tempo todo lentamente será substituída por uma inércia quase imbatível. As saídas, assim como o sexo irão ficar bem mais raros. Óbvio que isso não é uma regra nem quero dizer que o sexo ficará burocrático ou sem graça.

As surpresas como jantares secretos ou buquês de flores se transformarão em surpresinhas bem menos agradáveis como descobrir que a amada ronca ou que o bonitão adora deixar uma cueca freada no banheiro ou a toalha molhada em cima da cama.

Portanto, minha gente, querer dissociar a rotina de um relacionamento é querer dividir um átomo com uma faca Guinzu. O segredo é saber aproveitar as benesses que uma boa rotina com alguém que amamos pode proporcionar.

Basta aprender a apreciar a beleza que assistir a novela juntos tem, uma conversa demorada depois do sexo que se torna muito melhor com a intimidade que só vem com o tempo. Tardes juntos assistindo a um filme, passeios pelo shopping para olhar vitrines ou simplesmente fazer planos para o futuro (que chega bem depressa).

É dizer que odeia o big brother e apostar um com o outro sobre quem vai ganhar (eu acertei), é ficar deitados zapeando canais, é sentir desejo pela mulher mesmo que ela não esteja com as pernas lisinhas e com a depilação em dia e achá-la linda do mesmo jeito, é ser apaixonada pelo cara mesmo com aquela cueca furada e bermuda mostrando o rego. É curtir um jantar a dois, seja saindo para um restaurante chique ou pedindo pizza em casa. É marcar uma saída e desistir porque tá frio e ficar juntinho embaixo da coberta.

Eu particularmente adoro a rotina. Ela me trás momentos de prazer e alegria que as futilidades de um relacionamento vazio e alegria passageira de uma cerveja ou a falsa sensação de liberdade da total independência jamais trarão.

23 de mar de 2009

Vale cultura

A novidade do governo agora é lançar o Vale Cultura. Fala-se em um valor de R$50,00 ou de no máximo 10% do salário mínimo, onde as empresas poderiam deduzir "parte" do valor em descontos nos impostos. Como o Governo é bonzinho.

A escrota população não se interessa por cultura, leitura, educação e qual é a melhor solução para isso? Criar mais um fardo assistencialista custeado pela condenada classe média brasileira. O vale irá servir para custear ingressos de shows, cinema, teatro, livros e cds, por exemplo.

De que adianta? A população brasileira não está interessada nesse tipo de conteúdo. O vale vai ser utilizado apenas para shows do Belo, do Calypso, comprar cds piratas do Créu e a Sexy do mês.

Acho que o Governo pensou que a carga tributária para as empresas anda pequena, afinal, pagar 72,5% de impostos por um funcionário é uma coisa light, qualquer idiota consegue manter um empregado com um imposto ridículo como esse. Nada como criar mais um "benefício" para o cidadão trabalhador e fazer as empresas arcarem com o custo, que irá beneficiar uma população inapta para conteúdo de qualidade. Mais uma trolha ânus adentro dos empresários brasileiros.

O Brasil produz conteúdo de todos os tipos, e ele É SIM acessível a maioria da população. Existem diversas bibliotecas públicas com milhares de títulos a disposição para leitura, a Internet está aí para ser utilizada como fonte de conhecimento e não apenas de Orkut e MSN. Existem diversos shows em lugares públicos nas capitais, exposições, museus aos montes que ninguém faz questão de visitar.

Que tal o Governo ao invés disso dividir melhor as verbas destinadas a cultura já que 80% dos investimentos estão concentrados no Sul e Sudeste? E que 50% das verbas estão concentradas em apenas 3% dos projetos?

A má distribuição de renda do país não se limita a sobrevivência diária da população, na questão do acesso verbas para produção cultural o abismo é o mesmo.

No frigir dos ovos é lamentável, porém não impressiona a ninguém que o fato da população brasileira ser tão incapacitada para absorver cultura seja uma coisa que talvez possa ser provada até geneticamente. E não é um Vale Cultura imbecil, uma idéia pueril e imberbe que fará a população gostar de coisas decentes.

E quando digo decentes não falo dos preços pornográficos de shows como o da Marisa Monte, que chega a cobrar mais de R$100,00 num ingresso pra um show de horror que eu particularmente não iria assistir nem de graça. Alguém duvida que nossos queridos cidadãos ávidos por cultura vão vender os vales assim que os receberem?

É aguardar e torcer pra que esse projeto descabido vá por água abaixo.

Mais sobre o assunto aqui.

13 de mar de 2009

Abençoa, Senhor!

Nem preciso dizer o quão ridículo acho esses adesivos com frases religiosas no vidro traseiro dos carros. Ou preciso?



Enfim, após ler essa, me pergunto: terei 20 anos de supletivo?

12 de mar de 2009

Piada do dia

Lula visita a rainha da Inglaterra e lhe faz uma pergunta:

- Majestade, como consegue escolher ministros tão maravilhosos?

Sua majestade responde:

- Eu apenas faço uma pergunta inteligente. Se a pessoa souber responder, ela é capacitada a ser ministro.

Vou lhe dar um exemplo. A rainha manda chamar Tony Blair e pergunta:

- Mr. Blair, seu pai e sua mãe têm um bebê. Ele não é seu irmão nem sua irmã. Quem é ele?

Tony Blair responde

- Majestade, esse bebê sou eu.

Ela vira pra Lula:

- Viu só? Mereceu ser ministro.

Lula, maravilhado, volta ao Brasil. Chama a ministra Dilma Roussef e lasca a pergunta:

- Companheira Dilma, seu pai e sua mãe têm um bebê. Ele não é seu irmão nem sua irmã. Quem ele é?

A ministra responde:

- Senhor Presidente, vou consultar nossos assessores e a base aliada e lhe trago a resposta, assim que possível.

E, ela sai a procura da resposta. Ninguém sabe.

Aconselham perguntar ao ex-presidente FHC, que é muito inteligente.

Dilma liga pra FHC:

- Sr. Fernando Henrique, aqui é a Dilma Roussef. Tenho uma pergunta para o senhor: se seu pai e sua mãe têm um bebê e esse bebê não é seu irmão nem sua irmã, quem é esse bebê?

O ex-presidente responde imediatamente:

- Ora senhora ministra, é lógico que esse bebê sou eu!

A ministra agradece e vai correndo levar a resposta ao Lula:

- Sr. Presidente, se meu pai e minha mãe têm um bebê e esse bebê não é meu irmão nem minha irmã, é lógico que ele só pode ser o Fernando Henrique Cardoso...

Lula dá seu sorrisinho sabido e diz:

- Te peguei, companheira Dilma. Sua resposta está completamente errada... o bebê é o Tony Blair!

11 de mar de 2009

Tá com medo? O ADSense te protege.

Foi só publicar alguma coisa falando do Arcebispo Dom José Cardoso, que o ADSense do Google entrou numa hype religiosa.

A última foi um link pra um site vendendo proteção. Isso mesmo. Vai lá e compra o "Escudo do Sagrado Coração de Jesus". É uma pechincha!

"Você sente medo?

A inveja e a maldade de alguém está lhe incomodando?

Alguma força do mal está impedindo o seu sucesso?

Quando seu filho demora para chegar, você sente um aperto no coração?

Você teme que seus filhos se envolvam com más companhias, com droga ou sofra um acidente nessas ruas perigosas?"


O melhor de tudo é a promoção. Se você "doar" R$15,00, recebe três escudos. Mas se você quiser doar R$20,00, você será agraciado com quatro escudos. Se você doar R$30,00 recebe 10 escudos. E tome proteção. Perceberam a proporção? Mas você não está comprando, está "doando".

Tu sofre?

Post motivacional

Não, não vou fazer um post com cartões motivacionais. Mas que esse post vai dar uma elevada na sua auto-estima, isso vai.

Se você é chamado de apelidos como Saia do meu trem (lembram do cara de Ghost que morava no trem? Fofo, né? Créditos para Cabeção), Arroto de Fanta, Aborto de Girino, Mun-Ha, Dublê de Ornintorrinco entre outros, essa imagem abaixo vai mostrar pra você que sua mãe tem razão de achar você lindo(a). Mas a mãe desses aqui não.

Conheça a dupla sertaneja Feipraburro e Feipraporra:



Podiam ao menos dar um trato no cabelo né? Aliás, deixa pra lá, não ia adiantar porra nenhuma mesmo.

8 de mar de 2009

Carta aberta ao povo do Recife

Carta aberta ao povo do Recife (a maioria):

Caros cohabitantes:

A partir de hoje, declaro para os fins descritos nessa carta, que desejo, a quase todos vocês o seguinte:

01) Se vocês estiverem com sede, que falte água e vocês tenham que beber mijo;
02) Se vocês estiverem com fome, que falte comida e vocês tenham que comer bosta;
03) Se vocês machucarem a canela, desejo que vocês levem um chute em cima do machucado;
04) Se vocês estiverem com diarréia, espero que tomem um laxante por engano;
05) Se vocês estiverem com dor de cabeça, espero que caia uma caixa pesada nela;
06) Se vocês estiverem com falta de ar, que levem um murro no estômago;
07) Se vocês acordarem no meio da noite, que chutem o pé da cadeira com o dedo mindinho;
08) Se vocês cairem de cara no chão, que todo mundo em volta ria de vocês;
09) Se vocês olharem para cima para admirar o céu, que um pombo cague na cara de vocês;
10) Se houver uma poça, que vocês escorreguem, caiam e bebam 2 litros de lama;

Sabem o motivo disso? Porque o povo de Recife é nojento, mal-educado, mesquinho, tosco, burro, nem um pouco solidário, aproveitador, mau-caráter, tacanho, pedante entre outras coisas mais.

Sabe por que a cidade não melhora? Porque vocês, bando de palhaços não fazem NADA. Vocês reclamam que ninguém dá a passagem no trânsito, mas sabe o que vocês fazem quando podem dar passagem? Aceleram o carro, prerefem BATER a ter que ceder a passagem para qualquer um.

Eu fui ao drive do McDonalds hoje, e entrei pela via lateral, procedimento perfeitamente normal para quem faz o caminho que eu segui. Sabe quanto tempo eu fiquei na lateral esperando alguém ceder a vez para entrar no drive? 20 MINUTOS! Sempre que eu ameaçava entrar, o imbecil seguinte acelerava o carro e deixava o parachoque a 1cm de distância do carro da frente.

Então eu quero que vocês todos se lasquem bem forte. Porque vocês são uns filhos da puta mal-educados. sem noção e completamente dispensáveis no planeta terra.

5 de mar de 2009

Madonna canta Calypso

Ah, os criativos... O que seria do mundo sem eles? Agora imaginem se usassem a criatividade pra fazer o bem.

4 de mar de 2009

A evolução do homem x Igreja

Henry Thomas, em seu livro " A história da humanidade através da Biografia" cita diversos aspectos evolutivos da humanidade através da biografia de grandes nomes da raça humana.

Quando digo grandes, não digo necessariamente em termos de inteligência ou de boas ações em prol do greater good, pois temos figuras ocmo Hitler presentes no livro. São grandes nomes no sentido do impacto que causaram na evolução ou na retração do crescimento humano em todos os campos, tecnológico, social, militar, etc.

Segundo a teoria do autor, experimentamos crescimentos em diversos campos por períodos curtos de tempo, mas que causam grande impacto na forma com que o homem se relaciona com o mundo em que vive. São tempos áureos de forte diversificação cultural, descobertas científicas e avanços na medicina, por exemplo.

Mas o mesmo Thomas afirma que em contrapartida, experimentamos retrocessos incríveis, que normalmente são infinitamente superiores aos pequenos avanços que conseguimos. Hitler e a Igreja Católica estão aí para comprovar isso. Ele cita que a humanidade pode muito bem crescer 50 anos, mas muito mais facilmente pode ter um retrocesso 1000 anos. Henry Thomas afirma que basicamente ainda vivemos como bárbaros, apesar de não parecer e se analisarmos as guerras tidas como santas e a quantidade de miseráveis no mundo, ele está mesmo é certo.

Em Pernambuco, uma menina de 9 anos era abusada pelo padrasto de 23 há pelo menos três anos, ou seja, os abusos começaram quando ela tinha seis. A mãe, de 39 anos, relata que não percebia nada e que o seu companheiro sempre foi "carinhoso" (aspas do blog) com as filhas.

O paramércio engravidou a enteada, que aos nove anos gestava gêmeos na 15a semana. Numa idade como essa, a criança jamais deveria sequer estar praticando sexo. Gravidez então, é ainda mais surreal e revoltante.

A lei brasileira prevê permissão para o aborto em casos onde a vítima tenha sofrido estupro ou corra risco de vida. A menina estava enquadrada NOS DOIS CASOS. É uma criança de nove anos, precisa mesmo gerar QUALQUER ARGUMENTAÇÃO quanto a efetuar ou não o aborto?

Sim, precisa, porque é claro que a Igreja tinha que se meter no meio, lamentando o fato do aborto ter sido realizado. Mais um caso onde a fé cega e a falta de noção e bom senso da igreja agem contra a evolução da mentalidade humana.

Vamos entender a situação:

- Menina de nove anos é estuprada pelo padrasto;
- Menina de nove anos engravida de gêmeos;
- A Igreja diz que a lei de Deus é contra a morte e o aborto é = morte;
- A menina corre risco de morte, pois seu pequeno corpo não suporta a gravidez de gêmeos;
- A Igreja diz que mesmo assim a menina deve parir dois pequenos infelizes que irão passar fome;
- A Igreja quer que a menina dê a luz mesmo que corra risco de morte;
- A Igreja é CONTRA as leis de Deus, que são contra a morte;

Ou seja, Igreja = #FAIL

Eu pararia de ler na segunda linha e apoiaria o aborto imediatamente, que [ironia mode on] GRAÇAS A DEUS [ironia mode off] foi realizado no Cisam e a menina foi salva. Para a Igreja, foram cometidos dois assassinatos. Para qualquer homo sapiens comum, foram salvas três vidas, já que teremos dois miseráveis a menos no mundo e a criança de nove anos não vai morrer parindo.

A foto do português

O português procura uma foto sua para enviar à família em Portugal.
Como não achou, foi até ao banheiro para pentear o cabelo e sair para tirar uma foto.
Ao chegar no espelho percebeu sua imagem refletida e disse:
- 'Ora pois vou enviar esse espelho que tem a minha imagem e pronto, não preciso nem gastare dinheiro com foto'.
Quando o embrulho chegou em Portugal, seu pai foi logo abrindo curioso para ver a foto de seu filho.
Quando deparou com o espelhou gritou para Maria:
- 'Maria venha cá correndo, veja como nosso filho envelheceu, até parece um velho de 60 anos. E ainda está com cara de pinguço'.
Maria ao debruçar no ombro de Manoel, disse:
- 'Também pudera, com essa velha feia com cara de puta ao seu lado, só podia mesmo virar alcoólatra'.

3 de mar de 2009

O segredo

Do homem morcego:

1 de mar de 2009

Educação e os dois braços, nem todo mundo tem

Como diz um amigo meu, educação é bom e mantém os dentes na boca. Em situações extremas, é até compreensível que um ser humano com os neurônis em dia perca a paciência e até a compostura, agindo de forma mal-educada ou não convencional.

O que eu acho engraçado também é como a gente (eu incluso) critica a falta de educação do povo brasileiro, que é gritante, massiva, exageradamente incrustada na população. Mas certas coisas, bizarrices, ataques de insanidade, aquelas coisas bem pau no cu da Britney Spears mesmo, só acontecem lá fora.

Vejam como essa senhora reage no momento em que percebe que perdeu o embarque do voo que iria pegar.



Custa chegar na PORRA da hora do embarque? Além de ser relapsa, relaxada, desorganizada e irresponsável ainda presenteia todos no aeroporto com esse show RIDÍCULO, uma verdadeira PALHAÇADA. Interna essa idiota com camisa de força da Dolce & Gabbana, um verdadeiro loosho.

27 de fev de 2009

Se for fazer merda, que seja grande

Fábio Júnior é um cara peculiar. Como é que alguém consegue se manter na mídia por tantos anos, sendo um cantor medíocre, um ator medíocre e ainda por cima viciado?

Enfim, sabe-se lá como ele consegue. E como ele mesmo já cansou de provar, não importa se você canta feito uma taquara rachada, o seu legado é medido pelas gostosas que você pega. E nisso ele é profissional.

Catando a Mari Alexandre, ex-playboy e still giant boobs, Fábio Jr. Comemorou o nascimento do seu filho (rufem os tambores na altura máxima) chamado "Záion", no último dia 21.

Isso mesmo, vocês não leram errado. Se é pra foder com o futuro do menino, já que não ouvem-se rumores de uma continuação para transformar Matrix numa quadrilogia, que foda direito. O nome deveria ter um Y bem ali no meio.

Seguindo os ensinamentos de Marisa Monte, também adepta do pó pará com pó, que chamou o seu rebento de Mano Wladimir, Fábio Jr. já deixou o filho de castigo logo após o nascimento. E um castigo eterno, que só vai acabar quando ele fizer 18 anos e resolver mudar de nome. Podia colocar Nio, ou Morfels, na minha opinião.

Alguém sabe dizer se Záion tem mesmo acento ou é ditongo crescente? Reforma ortográfica no nome dele já!

Fonte: Quem (perguntou?)

26 de fev de 2009

Eu sou competitivo

Quando eu tinha 10 anos, me interessei por basquete. Sempre fui fã de esportes, desde muito pequeno. Já joguei de tudo um pouco. Talvez eu seja predisposto geneticamente a praticar esportes, pois tenho muita facilidade e normalmente alguma habilidade nata para eles.

O fato é que comecei na escolinha, na 2a série e foi lá que comecei a ganhar as minhas primeiras medalhas. Eu era o chamado "rato de treino". Treinar pra mim era o mesmo que ir pro cinema. Eu realmente me divertia e ao mesmo tempo levava muito a sério o que o professor orientava e procurava fazer da melhor maneira possível.

Ficava puto quando era impedido de treinar por qualquer motivo que fosse. Aniversário chegando, o pedido era óbvio. Uma bola de basquete. Treinava o tempo todo, até em casa, com aquela tabela comprada na loja de brinquedos que era pendurada de improviso na parede. Treinava controle de bola, arremoessos, dribles, passes tabelando com a parede... E talvez isso tenha me ensinado, de forma subconsciente, que só a prática exaustiva leva a perfeição. Não adianta nascer com talento apenas, é preciso suar a camisa.

E isso eu fazia, e como fazia. Com essa idade ainda não jogava campeonatos, isso começou quando mudei de cidade e fui treinar na nova escola. Como eu era muito tímido, normalmente teria dificuldades para me enturmar e fazer novos amigos, mas até nisso o esporte me ajudou. Como eu era "o bom" do time, óbvio que todos me queriam jogando em seus times e sempre tinha vários colegas conversando comigo, sobre qualquer assunto, e claro, sobre basquete também. Eu era quem tinha a moral com o treinador, com coisas que parecem bobagem, mas que no fundo fazem um garoto de 11 anos ser respeitado pelos amigos. O professor me dava a chave da sala de equipamentos, para que eu fosse buscar o material de treino. Parece bobagem, mas isso faz diferença. O treinador confiava em mim.

Passamos alguns meses treinando, realizando coletivos, e eu naturalmente ia me destacando entre os outros, junto com um colega que acabou tornando-se um grande amigo no curto período que passei nessa escola (2 anos). Éramos parceiros de treino, e sempre jogávamos no mesmo time. Ele como armador, e eu como ala. Não tinha pra ninguém, se a gente jogasse no mesmo time, era lavada na certa.

Até que chegou o dia em que eu iria disputar o meu primeiro campeonato. Lembro bem que esse foi o único jogo que meus pais foram assistir até hoje. Sempre tive vontade que eles tivessem ido assistir a mais jogos. Onde alguns sentiriam pressão, pela presença da família, eu me sentia confortável, praticamente protegido de qualquer adversidade.

O time era o temido Estadual, o time de um colégio público de uma escola da cidade. Os meninos eram bem maiores, muitos por serem repetentes (eu era 5a série na época). Mas ainda na idade de jogar um campeonato infantil (imagino que sim!). Bola ao ar, a posse é nossa e vamos para o primeiro ataque. E aí já percebi a grande responsabilidade que eu teria naquela tarde. Todos os meus companheiros com olhares meio assustados, a pequena torcida gritando, e os adversários bem maiores e mais fortes tentando nos intimidar.

Eu não pensei duas vezes. Assim que chegamos ao ataque e eu recebi a bola em minhas mãos, fiz apenas o que aprendi. Bati no chão, dei dois passos para a frente. O marcador veio em minha direção. Uma finta rápida pra esquerda, um jump e chuá. Dois pontos para nós. Um sorriso tímido saindo no meu rosto.

A realidade, porém, foi chegando com o desenrolar do jogo. O time deles era de fato melhor e mais preparado, e o time estadual conseguia se manter a frente, apesar do placar apertado. Perto do final do jogo, o placar era algo próximo de 17x13 para eles. Sim, em jogos de times infantis daquela época, um placar como esse era algo astronômico diante do referencial de um menino de 11 anos. Tivemos duas posses de bola para encostar e empatar o jogo, mas foram desperdiçadas. Nenhuma das duas passou pela minhas mãos, e eu assistia atormentado imaginando que o jogo estava escapando. Em dois contra ataques o time adversário fez duas cestas e deu números finais ao jogo. Placar de 21x13 para a escola estadual, que ensinou uma lição aos mauricinhos da escola particular.

Não havia nenhum clima de animosidade entre os dois times (inclusive porque se fossemos sair na porrada, a surra seria ainda maior). Houve a tradicional confraternização de fim de jogo, com todos se abraçando e apertando as mãos, e recebi alguns elogios dos adversários pelo jogo que tinha feito. Dos 13 pontos que o meu time tinha conseguido converter, eu havia sido responsável por 9.

Quando caí em mim, a derrota amargou minha boca e eu desabei a chorar. Um choro bastante sincero, dolorido, de quem havia feito o melhor que podia e mesmo assim não havia vencido. FOo a primeira grande lição que aprendi com os esportes. Num jogo coletivo, raramente as coisas vão depender de um só atleta. Se vencer, vence o time. Perdendo, todos são responsáveis. Pouco tempo depois, os parabéns da família por ter jogado bem serviam de consolo.

No dia seguinte, na escola, o tratamento era de respeito por alguns colegas, mas os palhaços, aqueles que nunca jogam nada, não participam, ficam em recuperação e só enchem o saco dos outros, estavam me zoando por ter chorado. É fato. Chorar na frente dos colegas na escola é pecado capital para um guri de 11 anos.

E aí é que está a diferença. Nem eu mesmo sabia disso quando tinha 11 anos, mas o fato é que a diferença entre mim e os que me zoavam por ter chorado de forma sincera pela derrota, é que eu era competitivo. Eu queria mais do que só participar. Eu queria ser lembrado pelos meus colegas, pelo treinador, pela minha família. Só fazer parte do time não era suficiente. Eu queria ganhar. Queria ser o melhor, o que treinava mais, o que fazia mais cestas.

Hoje, 20 anos depois, aprendi que não preciso ser tão competitivo em tudo pra ter sucesso ou aprovação dos meus amigos, do meu amor, da minha família. Mas se me dizem para ser eu mesmo, não posso ser diferente. Competição está no meu sangue e só quem sabe como é doce o sabor da vitória consegue entender a necessidade de entrar numa disputa... e vencer. Seja ela um jogo de basquete, aos 11 anos, ou um imagem & ação aos 30.

24 de fev de 2009

Scorpion, Wins?

NOT!

Pronunciamento do Molusco

Vejam a última pérola presidencial desferida pelo nosso digníssimo molusco, reproduzida na íntegra do jeito que recebi. Não fui atrás de verificar a veracidade do discurso. Resolvi publicar pelo simples fato de darem a autoria dessa tosquice para o (in)digníssimo Presidente:

Lula deu essa declaração "histórica", esta semana, na posse de diretores do Sebrae:

"Temos que reconhecer que a situação é delicada, que essa crise é possivelmente maior que a crise de 1929 e temos que reconhecer que o Roosevelt só conseguiu resolver a crise de 29 por causa da II Guerra Mundial. Como não queremos guerra, queremos paz, nós vamos ter que ter mais ousadia, mais sinceridade, mais inteligência, por que eu não admito que uma guerra para resolver um problema econômico tenha 6 milhões de mortos".

Comentários específicos:
1. A Segunda Guerra Mundial não teve absolutamente nada a ver com a crise americana de 1929;
2. A Segunda Guerra Mundial foi motivada pelas condições impostas à Alemanha pelos vencedores da Primeira Guerra Mundial, que durou de 1914 a 1918;
3. A Segunda Guerra Mundial encerrou com perto de 52 milhões de mortos, quase dez vezes mais que o número que Lula especificou;
4. Seis milhões foram as vitimas do Holocausto, patrocinado pelos nazistas.
Lula confundiu tudo o que a Assessoria dele o informou (tenha paciência, não queira que ele decore tudo que lhe passam).
5. Em 1929, o mundo não tinha e nem imaginava o que seria uma economia globalizada;
6. Franklin D Roosevelt resolveu a crise americana diminuindo custos e impostos, e reduziu drasticamente as despesas do governo, exatamente o contrário do que Lula e seus ministros estão fazendo;
7. Pela retumbante declaração, Lula imagina que a crise só será extinta por meio de uma guerra mundial, mas ele, "o grande pacifista e magnânimo líder" não admitirá uma guerra mundial para que a crise seja solucionada;

E ainda questiono os tais 84% de popularidade. Não temos tanta gente assim vivendo de bolsa esmola. Quero só ver em 2010. Votem na Dilma pra depois ficar choramingando. Brasileiro não só gosta de tomar pau na bunda, como ainda passa a vaselina.

18 de fev de 2009

Advogada do diabo

É. Parece que a farsa chegou ao fim. A pernambucana Paula Oliveira, de 26 anos, parece ter assumido para a polícia Suíça que forjou o ataque supostamente realizado por skinheads nacionalistas.

Ela admitiu que fez isso porque sabia que na Suíça, vitimas de agressões são indenizadas com 50 a 100 mil francos suíços e a simulação da gravidez foi para trazer um agravante e facilitar o processo de indenização.

Essa palhaçada está chegando ao fim e espero que ela pegue uns bons anos de xilindró pra deixar de ser BURRA. Aliás, ela só pode ter se formado na Universo, porque uma ADVOGADA na SUÍÇA, que pelo perfil do país deve ter uma polícia bastante eficiente e uma perícia extremamente eficaz, realmente beira o ridiculo.

Por que ela não fez isso aqui no Brasil? Se por um lado ia levar uns 10 anos pra ela ser indenizada, por outro jamais alguém conseguiria provar alguma coisa contra ela. Isso só mostra o quão inescrupuloso e idiota um brasileiro pode ser, pois se uma figura dessas graduada em DIREITO e residete na SUÍÇA, um país com um IDH infinitamente superior ao do Brasil consegue armar um circo desses, avalie gente sem educação e miserável.

Notícia completa aqui no Bol.

Em terceiro, ó pátria amada!

Já aviso logo, que não vou publicar esse vídeo para zoar com o pobre bêbado. Todo mundo sabe que entre as instituições nacionais (moeda, selo, bandeira, hino...) o hino é o patinho feio pois todo mundo zoa o pobre coitado.

É versão em axé, em rock, gente cantando errado e o diabo aquático. Brasileiro tem um jeito muito engraçado de demonstrar patriotismo. O ápice é na copa do mundo, e se o Brasil não for campeão todo o nacionalismo é jogado fora e recolhido pelos papas-metralha. O orgulho de ser brasileiro é estampado nos micro-biquinis, nas cangas, nas sungas, nas meias, nas cuecas. Podem falar o que quiserem dos americanos, mas todo americano que se preze tem uma bandeirinha em cima da mesa ou mesmo hasteada no quintal de casa.

Vou publicar esse vídeo porque ao menos o bêbado tem a desculpa de dizer que cantou errado porque estava bêbado. Mas é uma pura constatação. Já vi gente sóbria cantar muito pior do que esse pobre diabo.

Eu conto nos dedos (eu incluso) as pessoas que sabem a letra do começo ao fim, as duas partes. E mesmo quem tem o hábito de cantarolar o hino nacional como eu, de vez em quando dá umas escorregadas na letra, que é extremamente rebuscada.

Vendo o vídeo desse cidadão, percebo que é preciso um quartinho de 51 (se bem que pelo estado dele, tá mais pra meiota) pra gente perceber como os valores desse país são distorcidos. Todo mundo vai rir desse coitado e ele vai virar pseudo-celebridade na internet. Mas o problema mais profundo, da falta de educação e moralidade ninguém vai comentar.

É por isso que eu digo: o pior do Brasil é o brasileiro.

17 de fev de 2009

Comercial da ETB

Uma palavra: ESPETACULAR!!

13 de fev de 2009

Bêbado esquecido

Um irlandês estava bebendo já há bastante tempo, até que o garçom o avisou que o bar estava fechando.
O irlandês pediu licença educadamente e tentou levantar-se, mas caiu estatelado em frente do garçom. Tentou novamente e teve o mesmo resultado.
Deduziu que seria melhor rastejar até a porta, provavelmente receberia um pouco de ar fresco e quem sabe?
Com isso ele conseguiria até ficar sóbrio o suficiente para conseguir levantar-se.
Na calçada, repetiu a tentativa, mas caiu novamente de cara no chão.
Já cansado, decidiu rastejar os quatro quarteirões até sua casa.
Chegando lá, nova tentativa... e o mesmo resultado. Exausto, ele se rendeu. Foi rastejando para o quarto e quando alcançou a cama, tentou mais uma vez.
Conseguiu ficar na vertical, mas caiu direto na cama e pegou no sono.
Acordou na manhã seguinte com a esposa dando um tremendo esporro:
- Bonito, hein! Bebendo novamente na rua até tarde!....
Quem disse isso? - Perguntou com olhar inocente...
- Ligaram do bar e disseram que você esqueceu a cadeira de rodas lá, de novo!

11 de fev de 2009

Como sobreviver no Carnaval de Pernambuco

1. Ao encontrar algum bloco que possui boneco gigante, preste atenção nas mãos
do boneco "pro mode" não levar uma mãozada no "quengo".
- Embora o efeito do álcool se vá logo após a chapuletada, não é, obviamente, uma sensação agradável.


2. Se você escutar alguém gritando "Madeeeeeeeeeeeeeeeeiiiiiraaaaaaaaa", não se assuste,
pois ninguém vai ficar derrubando árvore em pleno Carnaval. É apenas algum
bloco ou banda cantando o hino do bloco "Madeira do Rosarinho", o qual você vai
escutar umas 14.889 vezes por dia.
- Até a quarta-feira de cinzas, você saberá a letra de cor.


3. Não se incomode se, ao seguir um bloco, a bandinha tocar sempre as mesmas
músicas. Também não se incomode se, ao seguir próximo bloco que passar, a banda
deste tocar as mesmas músicas que o bloco anterior tocou.
- O Carnaval de Pernambuco é assim mesmo, é tradição. É a época do ano que os
pernambucanos se reúnem pra ouvir as mesmas dez músicas de sempre.


4. Nem pergunte qual é o frevo novo que é a sensação deste ano. Faz tempo que
isso não existe em Pernambuco. E nem invente de perguntar qual é a dança da moda.
- Você corre o risco de apanhar, pois isso é coisa de baiano.


5. Nunca entre em discussão com algum pernambucano sobre qual é o melhor
Carnaval dentre o baiano, o pernambucano e o carioca.
- Vocês nunca vão chegar a conclusão alguma.


6. Nunca pergunte pra onde um bloco está indo. Siga-o apenas.
- Nunca se sabe onde um bloco vai parar, e nem onde começa.


7. Em Olinda, não se desespere se você passar horas e horas sem ver passar algum
bloco de Carnaval.
- O bom do Carnaval olindense é a espera.


8. Não leve carteira, relógio, telefone celular e outros pertences pra o meio da folia.
- O Bloco do Arrastão desfila todos os dias e a qualquer hora.


9. Se você for homem, não fique constragido em mijar no meio da rua quando der
vontade. Se assim não o fizer, vai acabar mijando nas caçolas se tentar achar
um banheiro. Se você for mulher, trate logo de achar um banheiro público e
entrar na fila duas horas antes de chegar a vontade de falar com o homem do
bocão.


10. No Carnaval de Olinda, se você for uma mulher bonita e gostosa, correrá o risco de,
sem o seu consentimento, ser agarrada, beijada, apalpada e outras coisas
terminadas em "ada". Nem vá de shortinho curto e de tecido leve. Vai voltar com a
arruela "assadinha". Use a velha bermuda jeans.
Se você for homem e tiver uma namorada gatinha, nem passe perto da cidade alta.
Mas, se você for uma mulher feia, é hora de aproveitar e tirar o atraso acumulado.
- Pois, em Olinda, vale o velho ditado: "não existe mulher feia; você é que bebeu pouco".
Vai que é tua, baranga!


11. Outro ditado que vale no Carnaval: cú de bêbo não tem dono. Assim, vale mais
usar o outro ditado "quem tem cú, tem medo" na hora de beber.
- Pense 2 vezes antes de enfiar o pé na jaca. Não confie nem nos amigos.


12. Não saia cedinho de casa pra ver o desfile do Galo de Madrugada. Este bloco
não desfila e nem nunca desfilou de madrugada.
- Ao final do desfile, procure um bom dermatologista .... depois de se recuperar.


13. Em Olinda, depois de tomar todas, nunca tente subir a Ladeira da Sé à pé.
Álcool só é combustível pra automóvel.


14. Se você for pra folia de carro, prepare-se para pagar antecipadamente 10
reais ao flanelinha pra deixar o carro na rua - se conseguir achar algum lugar.
Além disso, prepare pra enfrentar engarrafamentos homéricos.


15. Não fique constrangido se você estiver no meio de um bloco "lírico" e não
souber o que porra é lirismo. Também não fique sem jeito se o bloco for um do
tipo "bloco-de-saudade-de-velhos-carnavais" e você não estiver sentido saudade
alguma. Metade dos participantes desses blocos também não sentem porra de
saudade nenhuma, só dores nas juntas.
- Grande chance de achar aquela velha tia-avó viúva ou a tia solteirona, que há muito
você não via.


16. Se você for alérgico a mofo, passe longe dos "blocos-de-saudade-de-velhos-carnavais".


17. No meio desses "blocos-de-saudade-de-velhos-carnavais", finja que sabe quem
é Felinto, Pedro Salgado, Pierre, Fenelon e o velho Raul Moraes. Assim, você
se enturmará mais rápido com o pessoal.
- Se, por curiosidade, você perguntar quem são esses caras, provavelmente vai receber
como resposta um constrangido "não sei".


18. Não há problema algum em não saber dançar frevo. 99% dos pernambucanos não
sabem fazer o passo.
- Nem tente ! Você poderá acabar seu Carnaval num ortopedista.


Mais uma,

19. Quando você não estiver escutando porra nenhuma, tenha certeza que é

o "blocos-de-saudade-de-velhos-carnavais", passando na sua frente.

outra:

20. Caso o bloco que vocês está seguindo, passe na frente de alguma emissora de TV
transmitindo em rede nacional, ao vivo, prepare-se p/ escutar pela enésima vez
o hino do Vassourinhas, e levar um monte de caneladas.
- Pule feito um louco até a música acabar. E não se esqueça de "abrir" os cotovelos.

10 de fev de 2009

Chad Vader after the dentist

E se o Chad Vader saísse do dentista um pouco... Digamos... Doidão?

Depois dos filhos, agora elas assumem o poder.

Já que as pessoas reclamam tanto que os políticos são, digamos, pouco honestos no que prometem e no que cumprem, adoram declarar muito menos do que possuem e colocar o Brassica Nabus L., vulgo Nabo, no esfincter, vulgo ânus, dos cidadãos.

Isso é em qualquer lugar. Mais aqui no Brasil, mas os países desenvolvidos não estão completamente livres da "esperteza" de políticos espertalhões.

Porém, certas coisas parece que só acontecem nos EUA. Foi lá que Stormy Daniels, atriz pornô presente em mais de 100 filmes avisou que vai concorrer com David Witter, Senador eleito em 2004 e que em 2007 foi pego num escândalo por aparecer na lista de "clientes" de uma respeitada casa de baixo meretrício, chamada "Madame Washington".

No país onde até Arnold Schwarzenegger se elege Governador e ator já foi Presidente, está mais do que na hora de começar uma campanha para mudar a cara do cenário político mundial, com o slogan "Se os filhos não fazem, votem na mãe dele".

Fonte: Globo

8 de fev de 2009

Matari

E se Enduro se passasse no Brasil?



Como o aquecimento Global nos afeta...



Bobby é corinthiano




HUAUHAHUAHUAHUHUAHUAHUAUAHU, eu ri pra caralho! Incrível como de uma forma tão Geek e simples podem ser passadas mensagens importantes como as acima. CLAP CLAP CLAP!

Macaquice

Não basta ser irmão. Tem que participar.

Kevin James - Bola de Boliche

Eu já tinha postado uma mágica de Kevin James, a que ele serra o cara ao meio. Mas essa da bola de boliche é muito escrota, principalmente pela simplicidade. Muito legal.

Ipod do Chris Martin


Foto exclusiva do Ipod do Chris Martin do Coldplay!
Enviado por Déa :D


7 de fev de 2009

Aumente o seu pênis

Pergunte-me como. Eu digo.

Descoberta a forma de aumentar seu pênis em 10cm em 30 segundos (tempo de assinar o cheque).

6 de fev de 2009

Momento Caminho das Índias

Maya vai se casar com um cachorro. Dessa forma, ela vai enganar os astros e poder se casar com Bahuan, um intocável (Perdão, Al Capone...). Aliás, que porra de nome é esse?

Pior do que essa coisa ridícula de Caminho das Índias só pra tirar a Glória Perez da geladeira, é esconder a pobreza da Índia com toda essa ostentação, e mostrar que ATÉ LÁ O JEITINHO BRASILEIRO IMPERA.

Isso só mostra pra população BURRA e MAL-EDUCADA que ATÉ ENGANAR OS DEUSES É POSSÍVEL, quanto mais enganar outros pobres brasileiros.

Tem como esse país melhorar?

#Fail

Não, não foi assim que seu pai lhe ensinou a arremessar uma tora.

Bolsa Vaselina

Eu nem vou dar opinião a respeito do (des)Governo do Lula, pois acho que isso é assunto mais do que batido. Pior do que quem ganhou o campeonato brasileiro de 1987.

Mas como o povo brasileiro só usa a inteligência pra o que não presta, incluindo aí os governantes, cabe a gente se resignar e aceitar que o Brasil é um aglomerado de bócios ou fazer alguma coisa da forma que der.

E um poeta muito arguto, do jeito que o nordestino gosta, resolver escrever esse singelo cordel comentando a respeito do "Bolsa Vaselina".

Não sei quem é o autor da obra, mas se este ler esse humilde blog, manifeste-se para que possamos dar (no sentido gramatical) com alegria os devidos créditos.

Cordel do Bolsa Vaselina

I
Sem ter mais o que doar,
O Governo da Nação
Resolveu, virando os olhos,
Gastar mais de R$ 1 milhão,
Doando para os viados
Bolsa-lubrificação.

II
Quem tem o seu pode dar
Da forma como quiser
Seja feio, seja bonito,
Seja homem ou mulher,
E tem de agüentar o tranco
Da forma como vier.

III
O Governo Federal,
Que em tudo quer se meter,
Decretou que o coito anal
Tem mas não pode doer
E o Bolsa-Vaselina
Surgiu para socorrer.

IV
Quinze milhões de sachês:
A farra está animada!
Vai ter festa a noite inteira,
Até mesmo na Esplanada,
Sem ninguém sequer sentir
A hora da estocada.

V
Coitada da prega-mãe,
Vai perder o seu valor,
Pois é ela quem avisa
Na hora que aumenta a dor
E protege as outras pregas
De algum violentador.

VI
O governo quer tirar
Do gay a satisfação,
Como mulher sem prazer
(Fonte de reprodução),
Porque tanta vaselina
Vai tirar a "sensação".

VII
- É para reduzir danos
- Defende logo um petista.
Porque na hora do coito
Dá um escuro na vista
E a dor é tão profunda
Que eu sinto dó do artista.

VIII
- Mas tu já desse, bichim?
- pergunta Zé de Orlando.
O governista sai bravo,
Dando coice e espumando,
Pega o "rabo de cavalo"
E sai no dedo enrolando.

IX
O Brasil é mesmo assim:
Prostituta tem prazer,
Vagabundo tira férias,
Se trabalha sem comer
E quem dá o ás-de-copas,
Dá mas não pode doer.

X
O governo resolveu
Dar bolsa pra todo mundo
E criar um grande exército
De milhões de vagabundos
Só faltava esta bolsa
De vaselinar os fundos.

3 de fev de 2009

Banda Calypso indicada ao Prêmio Nobel da Paz

A banda paraense Calypso foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz, segundo a assessoria da banda. A oficialização será realizada no dia 15 de fevereiro, um domingo.

A indicação de Joelma, Chimbinha e companhia deveu-se a "seu relevante trabalho humanitário em prol dos carentes da região Norte", informa uma nota oficial do Comitê da Paz.

O evento oficial de indicação vai acontecer durante uma partida de futebol e uma apresentação da banda no estádio do Mangueirão. O preço do ingresso ainda não foi divulgado.
Fonte: Terra
Comentário: ... Medo. Muito medo.

Conselhos de um cearense para 2009

1. Você já é um cagado por estar vivo, pense nisso e agradeça a Deus.

2. Não fique arrudiando para estar junto de quem você gosta, se avexe.

3. Não bote boneco no trabalho, seja paciente.

4. Pra você ficar estribado é preciso trabalhar. Não fique frescando com os colegas. Funcionário que não dá um prego numa barra de sabão não fica não.

5. Se você tiver mesmo afim de sair porque não agüenta mais aquele seu chefe véi fulerage, aquele cabra que te deixa fumando numa quenga, tenha calma, pois não adianta ficar ispritado porque ele não reconhece que você rala o bucho no trabalho, vá procurar algo melhor e cape o gato na hora H.

6. Mesmo que seus objetivos estejam lá na baixa da égua, vale a pena buscá-los e dê uma rabiçaca para os maus pensamentos, pois pra gente conseguir o que quer tem é Zé.

7. Dê um desconto para aquele cabra que só bate fofo com você. Vale a pena investir, pois de tanto insistir pode nascer um bruguelo ou um minino réi amarelo.

8. Quando quiser algo, seja o cão chupando manga e vá em frente. Não desista e dê uma pinóia pros maus pensamentos.

9. Você é um(a) corralinda, é importante que você ame a si próprio.

10.Não vá bulir em coisa que tá dando certo. Deixe quieto, pois de tanto coisar com uma, coisar com outra, vc pode ganhar um chapéu de touro, seu mói de chifre. E se quiser matar o verme, procure o doidim/doidinha que está a seu lado.

11. Você ainda não tem ninguém, não pegue qualquer marmota. Escolha uma corralinda igual a você e não rebole no mato as boas oportunidades.

12. Pras vitalinas (aquelas que o cabra não pode nem triscar que já ficam igual a uma barata num bico de uma galinha) fiquem pastorando até encontrar alguém pai d'égua. Não escolha um cabra peba ou malamanhado. O segredo é pelejar e não desistir. Não peça pinico e deixe quem quiser mangar. Um dia seu machoréi vai encontrar.

13. Não fique batendo o quengo pensando em besteira, tenha pensamentos positivos e diga: Sai mundiça.

14. Se algo não sair como você planejou, não fique de lundu. Saia com aquele magote de amigos seus pra tomar um merol ou uma meiota.

15. Aí é torcer que 2009 vai ser só o mi dibulhado e respeite como ele vai ser bom!!!!!!!!!

2 de fev de 2009

Roger Federer, para ele, a minha reverência.

Vencer nem sempre é possível. Vencer, tanto na vida, como no esporte, é uma coisa extremamente difícil.

Eu como sou muito competitivo (meus amigos e minha noiva sabem bem), sofro bastante o tempo inteiro com a necessidade de vencer. Não faço dessa sede por vitórias (seja qual for o tipo) uma cama elástica para vencer a qualquer custo.

Tenho a sorte de ter caráter para aceitar bem (na maioria das vezes) as derrotas e procurar fazer o melhor na próxima vez. Sempre enalteço as qualidades do oponente que me venceu. Acho que isso fortalece o perdedor e transforma-o num vencedor melhor.

Porém, muito mais difícil, quase impossível é perder com caráter e elegância. Com hombridade suficiente para tornar a derrota até mais inesquecível e memorável do que a vitória.

Todos sabem que sou apaixonado por tênis, pratico o esporte e dentro das minhas limitações procuro dar o meu melhor. O que era apenas lazer no início acabou virando uma brincadeira séria, e sempre treino para melhorar. Nada como o sabor de vencer aquele cara que ganhava fácil de você uns meses atrás.

Sendo um tenista e fã incondicional de todos os esportes (sendo o tênis o preferido), é impossível não acompanhar a carreira, a vida e os feitos de Roger Federer e Rafael Nadal. Dou o braço a torcer para o espanhol. Realmente, após a final do Australian Open, fica difícil não enaltecer as qualidades do jovem de 22 anos, que a cada mês que passa, cala os críticos do seu estilo de jogo e da sua forma física sempre colocada em dúvida.

Mas para mim, que sou adepto do estilo clássico de se jogar, a reverência é toda para Roger Federer. Que mesmo perdendo a 5a final de Grand Slam para Nadal (tendo vencido 2), será sempre, ao menos desde que me entendo por gente, o melhor de todos os tempos (Rod Laver e Sampras que me perdoem).

Esse vídeo ficará marcado para sempre. É impossível, até para quem não é fã nem acompanha o esporte não ir as lágrimas com a dor pela derrota de um multi-campeão. Um homem que quebrou quase todos os recordes do tênis, e tem apenas 27 anos. Ainda tem muito a oferecer ao esporte e as pessoas. Um gentleman, dentro e fora das quadras. Culto, poliglota, embaixador do esporte de cavalheiros e realizador de ações de solidariedade por todos os lugares do mundo.

Minha admiração ficou ainda maior, mesmo com a derrota na final. Todos nós iremos vencer e perder na vida, mas eu pelo menos, sempre que eu perder, me lembrarei desse exemplo e tentarei perder com essa dignidade.

31 de jan de 2009

Ah, os FDPs...

Serão sempre FDPs, mesmo que sejam seus amigos.







29 de jan de 2009

27 de jan de 2009

Papo de Ministros

Um ministro português recebeu, em Lisboa, um ministro brasileiro. Simpático, o português convidou o brasileiro a ir à sua residência. O ministro brasileiro foi e ficou espantado com a bela vivenda. Em um bairro chiquérrimo e com piscina. Com informalidade, o brasileiro pôs-se a fazer perguntas.
'Com um ordenado que não chega a mil contos limpos, como é que o meu amigo conseguiu tudo isto? Não me diga que era rico antes de ir para o Governo?'
'O ministro português sorriu, disse que não, antes não era rico.' E em jeito de quem quer dar explicações, convidou o outro a ir até à janela.
'Estás a ver aquela auto-estrada?'
'Sim, respondeu o brasileiro.'
'Pois ela foi feita por 100 milhões. Mas, na verdade, só custou 90...', disse o português, piscando o olho. '

Semanas depois, o ministro português veio ao Brasil. O brasileiro quis retribuir a simpatia e convidou-o a ir lá na sua casa. Era um palácio, com varandas viradas para o pôr-do-sol, jardins japoneses e piscinas em cascata.
O português nem queria acreditar, gaguejou perguntas sobre como era possível um homem público ter uma mansão daquelas. O brasileiro levou-o à janela.
'Está vendo aquela auto-estrada?'
'Não.'

26 de jan de 2009

Mais Mallu Magalhães



Assistam o vídeo e perguntem comigo: WTF???????????????????

Time vence de 100 a 0 = Técnico demitido

Sim, mas o do time... VENCEDOR! Essa bem que poderia ter acontecido no Brasil.
Você treina, luta, se esforça... vence o jogo por 100 a 0 e é demitido.
O que podia ser um momento de festa virou uma sumária demissão. O time feminino de basquete colegial da Covenant School, nos Estados Unidos, venceu um confronto pelo impressionante placar de 100 a 0, contra o Dallas Academy. Glória para o técnico Micah Grimes? Pelo contrário. Ele acabou sendo mandado embora da equipe depois de se recusar a pedir desculpas pelo feito.
Após a vitória arrasadora das texanas, o chefe do colégio cristão, Kyle Queal, lamentou o resultado. “É uma vergonha o que aconteceu. Uma vitória dessas não reflete o modo de vida cristão que passamos e não é honrável em uma competição”, disse, no site do colégio norte-americano.
Já o técnico afirmou que não faria pedido de desculpa algum. “Eu não concordo. Nós jogamos como se tem de jogar, meus valores não permitem que eu peça desculpas por uma vitória por larga margem, uma vez que minhas jogadoras atuaram com honra e integridade.”

Mesmo após fechar o primeiro tempo em 59 a 0, as garotas do Covenant School continuaram tentando abrir mais vantagem e, segundo reportado, a torcida apoiou cada vez mais até a chegada aos 100 pontos. Já as rivais até tentaram e se esforçaram até o final. Mas, não foi desta vez...
Pedir desculpas por vencer? Coisa de brasileiro! Se fosse aqui eu até entenderia.

25 de jan de 2009

Grandes questões da Humanidade

Vida - A melhor coisa que eu conheço para passar o tempo.

Morte - A última coisa que eu quero que me aconteça.

Vida depois da morte - Dizem que tem, mas é só para debater esta.

Reencarnação - Quero voltar como eu mesmo para não ter que tirar outro título de eleitor.

A nossa insignificância diante do universo infinito - Chato, e o pior é quando a mulher nos lembra disso na frente das visitas...

Ser ou não ser - Ser, é claro. Se bem que não ser tem algumas vantagens fiscais...

A angústia existencial diante da transitoriedade de tudo - isso passa...

O cérebro humano está capacitado a responder a todos os enigmas da existência? - Pode repetir a pergunta?

Um sistema econômico voltado para as necessidades sociais e não dominado pela cupidez humana - Dependendo do cachê, eu apóio.

O que é mais importante, a genética ou o meio? - Depende. Se eu tivesse que escolher entre um nobre inglês criado por macacos ou um macaco criado por nobres ingleses para companheiro de dormitório, pediria um quarto separado.

Existe um ser superior que dirige as nossas vidas? - Existe, mas ninguém entende como ele passou no psicotécnico.

Para onde caminha a humanidade? - Não sei. Mas quando souber, vou para o outro lado...

23 de jan de 2009

No Cio

Uma garotinha perguntou à mãe:

'Mamãe, posso levar a cachorrinha para andar em volta do quarteirão?'

Mamãe respondeu:
'Não, porque ela está no cio.'

'O que é isso?' perguntou a menininha.
'Vá perguntar a seu pai, ele está na garagem.'

A garotinha foi até à garagem e disse:

'Paizinho, posso levar a LulaBelle para uma volta no quarteirão? Eu pedi à mamãe, mas ela disse que a cachorrinha está no cio, então eu vim falar com você.'

Papai disse:
'Traga a LulaBelle aqui'.

Ele pegou uma estopa, embebeu-a de gasolina e esfregou as costas da cachorrinha com a estopa a fim de disfarçar o cheiro, e disse:

'Tudo bem, pode ir, mas mantenha LulaBelle na coleira e só dê uma volta em torno do quarteirão'.

A garotinha saiu e voltou poucos minutos depois sem a cachorrinha na coleira.

Surpreso, Papai perguntou:
'Onde está a LulaBelle?'

A garotinha disse:
'Acabou a gasolina dela na metade do quarteirão, e por isso outro cachorro a está empurrando até nossa casa.'

TOP5 refeições de homens solteiros

1. Lasanha congelada;

2. Miojo

3. Pizza de microondas

4. Hot Pocket

5. Nuggets

Se eu não tiver acertado 4 de 5 quero que o vizinho tenha caganeira.

Nova ortografia

Com as mudanças na ortografia da língua portuguesa (eu ainda estou cagando para elas), muita gente ainda se confunde sobre as novas regras de escrita.

Para facilitar a vida de vocês, esse site disponibiliza um corretor automático da escrita.

Façam o teste com a frase: "As conseqüências do anti-semitismo são desastrosas, uma péssima idéia"

O resultado será:

"As consequencias do antissemitismo são desastrosas, uma péssima ideia".

Bem útil para preguiçosos como eu, que não querem reaprender toda a gramática. ¬¬

20 de jan de 2009

Uma conversa sobre raças

E é assim que a humanidade segue estereotipando e gerando preconceitos.

Reunião de MACHO!

O que acontece quando um bando de machões senta para conversar?

19 de jan de 2009

Vida de Motoqueiro

Sábado, como de hábito, um "amigo meu" levantou cedo, colocou seus agasalhos, vestiu-se silenciosamente e tomou o seu café .

Em seguida, foi até a garagem e subiu na sua possante motocicleta.

De repente, começou a chover torrencialmente. Ventos a mais de 80 km/h.
Ligou o rádio e ouviu que o tempo seria chuvoso durante todo aquele dia.

Voltou imediatamente para casa, silenciosamente tirou a roupa e deslizou rapidamente para debaixo dos cobertores. Afagou as costas da sua mulher suavemente e sussurrou:- O tempo lá
fora está terrível.
Ela, ainda meio adormecida, respondeu:- Você acredita que o idiota do meu marido foi andar de moto com esse tempo?

15 de jan de 2009

Top 10 formas de passar o tempo no Supermercado

DEZ FORMAS CRIATIVAS DE PASSAR O TEMPO NUM HIPERMERCADO

1. Agarre 20 caixas de preservativos e ponha-as em vários carrinhos, aleatoriamente, quando a pessoa estiver distraída.
2. Programe os despertadores para tocarem de 5 em 5 minutos.
3. Vá ao atendimento a clientes e pergunte se podem reservar um pacote de M&Ms pra vc.
4. Monte uma tenda na seção de camping, diga aos outros clientes que vai passar a noite por lá, e convença as pessoas a trazerem almofadas da secção têxtil e a juntarem-se a vc para um luau.
5. Quando um funcionário perguntar se vc precisa de ajuda, comece a chorar e grite: "Porque é que vocês não me deixam em paaaaz?!?!!?!?"
6. Encontre uma câmara de vigilância e use-a como espelho enquanto tira meleca do nariz.
7. Procure uma faca de açougueiro bem afiada. Leve-a contigo durante todo o percurso das compras e vá perguntando aos funcionários se ali vendem anti-depressivos.
8. Deslize pela loja com um ar suspeito, enquanto canta o tema da "Missão Impossível".
9. Esconda-se atrás das roupas que estão expostas em cabides e quando alguém estiver vendo os produtos grite "ME ESCOLHE! ME LEVA PARA CASA!"
10. Quando alguém anunciar seja o que for no alto-falante, deite no chão, em posição fetal, e grite: "NÃÃÃO! As vozes! Outra vez as vozes!"

Café com leite:

11. Vá ao provador de roupa. Feche a porta, aguarde um minuto e depois grite: "Onde é que está o papel higiênico????!"

Casamento

Mais uma piadinha:

Uma noiva muito nervosa zangou-se com o marido porque na noite de núpcias ele se atirou a ela de uma forma um tanto devassa.
- Exijo maneiras na cama, assim como à mesa!
- Está bem - concordou o marido, deitando-se a seu lado com um sorriso maroto:
- Está melhor assim?
- Sim - respondeu a mulher.
- Ótimo - diz o marido - por obséquio, quer me passar a vagina ?

Piada

O cara tava visitando o casal de amigos quando uma chuva terrível começou a cair.
Solícito, o casal convidou o amigo pra passar a noite ali. O cara ficou sem jeito.
-Mas aonde eu vou dormir?
- Olha, nossa casa é pequena - disse o marido - mas nós não podemos deixar você sair nesse dilúvio.
Você pode dormir com a gente na nossa cama.E foram dormir.
De madrugada, a mulher se ofereceu toda para o sujeito.
- Vem cá, vem!
- Que é isso? - sussurrou o cara.
- Seu marido ta dormindo aí do seu lado!
- Ele dorme pesado, não acorda de jeito nenhum! Quer ver? Arranca um cabelinho da bunda dele.
O cara arrancou um cabelinho da bunda do marido, que nem se mexeu. Ele então mandou ver na mulher.
Uma hora depois a mulher se chegou de novo, cheia de amor pra dar.
- Que é isso? Isso é brincar com a sorte - sussurrou.
- Não se preocupe, meu marido não acorda de jeito nenhum!
O cara então arrancou outro cabelinho da bunda do marido, que nem esboçou reação.
E assim foi a noite inteira: arrancava um cabelinho da bunda do marido, o marido não se mexia, e ele, crau, na mulher.
Na oitava vez que isso ia acontecer, o marido se virou pro cara e falou:
- Aí, meu irmão, quer comer a minha mulher, pode comer, que eu não ligo.Mas para de usar a minha bunda como placar!

11 de jan de 2009

Retrato da Blogosfera

Tenho blog desde os primórdios, quando escrever num diário eletrônico era apenas isso. Escrever num diário eletrônico.

Hoje em dia a coisa é bem diferente. Com a explosão de novas mídias através da Internet, abriu-se um mercado para todo tipo de gente com talento para alguma coisa ganhar dinheiro pela Internet escrevendo sobre sua especialidade. Ou até mesmo gente sem talento algum simplesmente falando do que os outros escrevem, filmam, tocam, produzem.

Vivemos os tempos dos pro-bloggers, ou blogueiros profissionais. Aqueles que se não vivem em função do seu(s) blog(s), no mínimo gastam algumas horas do dia atualizando e mantendo o site em troca de alguns trocados.

O problema é que, assim como o BBB, a blogosfera também pode possibilitar a ilustres desconhecidos os seus 15 minutos de fama. Ou até mais. Tem gente que faz um trabalho sério e organizado que consegue se manter em alta e até transformar-se em formador de opinião.

Os groupies de bloggers funcionam exatamente como os de bandinhas da moda. Se o seu blogueiro favorito começa a fazer matérias pagas e tomar uma determinada linha editorial porque fechou algum contrato ou recebeu verba de algum patrocinador, eles arrotam sua ira e chamam o pobre blogueiro de vendido. Deixa o coitado blogar em paz, ele também tem necessidades e contas a pagar.

Porém, se tem uma coisa que a blogosfera não está livre é dos blogueiros malas. Os metidos a pop star, que acham que porque o site tem mais de 1000 leitores de feeds estão por cima da carne seca. Suas opiniões estão acima de críticas e tudo o que eles falam é cool.

Fato: blogueiros metidos a pop star são uns malas, falam merda adoidado e só os groupies é que acham que tudo o que eles postam e dizem é digno de nota e deve ser seguido. O joguinho que ele achou é legal (muitas vezes é uma boa bosta), aquela notícia sem graça (que ele kibou descaradamente de algum portal) é praticamente um furo de reportagem.

A maioria dos blogueiros profissionais do Brasil não fazem nada de novo. Podem observar. Temos diversos blogs em outros idiomas que são efetivamente inovadores e interessantes. Aqui no Brasil temos algumas exceções, como o sensacional Mundo Gump. Um blog com conteúdo original e intrigante, que faz com que quem acesse a primeira vez passe horas navegando nele.

O resto não passa de um bando de cavalos paraguaios que apostam corrida para ver quem posta o próximo cata corno primeiro. Saiu notícia sobre a mulher melancia? Qual deles se isenta de publicar? NENHUM. Isso vai gerar pageviews e render mais alguns assinantes do seu FEED.

Parece até que assinante de Feed faz crescer o pau ou o peito. É igual ao cara que mente dizendo que tem um pau de 20cm. Mentir faz crescer o nariz, não o pau, ok? Lembrao do pinóquio?

Resumindo: 9 entre 10 blogs profissionais e bombados na mídia brasileira são um mero aglomerado de notícias batidas e vídeos repetitivos que são replicados por todos. A diferença é que uma vez um publica primeiro, na próxima é o outro.

E o conteúdo? Piadinhas sem graça, vídeos de algum idiota se fodendo, alguma bunda rebolando, alguma video cassetada, alguma gafe politica. Tudo o que o brasileiro gosta. Bunda, futebol e o vizinho se ferrando.

Até esse aqui faz isso a maior parte do tempo. Porém, esse blog é pobrinho mas é limpinho e pelo menos assume sua condição.

Mas qual é a moral da história? É definir os tipos de blogueiros de acordo com suas características. Eu pensei em alguns, mas sugestões são bem-vindas. Em breve postarei a definição completa dos blogueiros nacionais de acordo com suas características.

C u later.

Promo de Lost

Vídeo oficial de promoção da quinta temporada de LOST.

CONTÉM SPOILERS.

8 de jan de 2009

Palavras quando não são só palavras

Uma das mais belas coisas já escritas sobre o amor e sobre tudo:

Este Amor que afinal, é a minha vida
E que será, talvez, a minha morte,
Amor que me acalora e me intimida,
Que me põe fraco quanto me põe forte;
Este Amor, que é um broquel e é uma ferida,
Vai decidir, por fim, a minha sorte.

Por ele, fica perto o Paraíso,
Por ele, inda mais perto fica o Inferno.
Meu coração soluça de indeciso...
[- Não morrerás, Amor, porque és eterno:
que seria de mim... sem teu sorriso?
Quem, depois do Verão, suporta o Inverno?...]

Põe-me a Dúvida dentro de um presídio
Este infeliz espírito, surpreso.
E essa Dúvida insólita divide-o
Em duas partes de igual peso...
Que ânsia!... E não é possível o suicídio!
Que ânsia!... E não é possível o desprezo!...

Suicidar-me, eu, um revolucionário,
Inimigo do velho romantismo,
e que, revendo o meu Itinerário,
não me arrependo de atos meus, nem cismo?!...
- Que pensamento louco e atrabiliário!
- Que atrabiliário e louco Tantalismo!

Novos amores, para ver se a esqueço,
Procuro, sempre que um de nós se arrufa...
- Planta a findar, da vida no começo –
longe da sua carinhosa estufa,
murcha à saudade, com que desfaleço,
e à ação da chuva, que nas folhas rufa...

A minha vida... não é minha! É dEla.
Ela somente, pois, pode tirar-ma:
E será, por matar-me, inda mais bela,
porque, um dos beijos seus tendo por arma,
numa morte de amor não se revela
um crime, nem indigna, nem alarma...

Este Amor que, afinal, é a minha vida
E que será, talvez a minha morte;
amor que me acalora e me intimida,
que me põe fraco quanto me põe forte,
este Amor... esta aurora... esta ferida,
vai decidir, em breve, a minha sorte.

Sorte de hoje

Sorte de hoje: Um homem sem conhecimento é como um selvagem da floresta.

Peraí... O selvagem da floresta não tem conhecimentos?

- Ele sabe sobreviver nas piores condições;
- Sabe diferenciar as plantas venenosas;
- Sabe se defender dos animais selvagens;
- Consegue aguentar o frio e o calor e a umidade muito elevada;
- Sabe se camuflar;
- Aproveita os recursos naturais sem depredar a floresta;
- É conhecedor da homeopatia;

Selvagem da floresta é a vovozinha. Se eu fosse um deles estaria muito ofendido nesse exato momento, ouviu seu Orkut?

Exigimos retratação em prol da Sociedade Protetora dos Selvagens da Floresta!

Notícia Velha Fresquinha

Estado de Pernambuco
Ano LXXXV - Recife, quarta-feira, 10 de dezembro de 2008 - Nº 235

LEI Nº 13.678, DE 09 DE DEZEMBRO DE 2008.
Veda aos estabelecimentos comerciais, industriais e de prestação de serviços, a exigência de valor mínimo para compras com o cartão de crédito ou de débito, e determina providências pertinentes.

O GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO:

Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º É vedado aos estabelecimentos comerciais, industriais e de prestação de serviços, a exigência de valor mínimo para compras, pelo consumidor, mediante o cartão de crédito ou de débito.

Art. 2º O descumprimento do disposto no artigo anterior sujeitará o infrator às penalidades previstas na Lei Federal nº 8.078, de 19 de setembro de 1990 – Código de Defesa do Consumidor.

Parágrafo único. A reincidência do descumprimento desta Lei, importará multa equivalente a 10 (dez) vezes o valor controvertido de pagamento, independente da cominação legal, existente no Código de Defesa do Consumidor.

Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário.

PALÁCIO DO CAMPO DAS PRINCESAS
, em 09 de dezembro de 2008.

EDUARDO HENRIQUE ACCIOLY CAMPOS
Governador do Estado

LUIZ RICARDO LEITE DE CASTRO LEITÃO
FRANCISCO TADEU BARBOSA DE ALENCAR

O projeto que originou esta Lei é de autoria do Deputada Teresa Leitão

6 de jan de 2009

Curtas

The ChubbChubbs

Um dos melhores curtas que já vi. Inteligente, bem-feito, engraçado. Antigo, mas sempre bom de rever.



Outros que gosto, da Pixar:

Geri´s Game



For The Birds

5 de jan de 2009

Terapia Sexual

Uma mulher chegou em casa e disse ao marido:

- Lembra as enxaquecas que eu costumava ter toda vez que íamos fazer amor?

Estou curada! Não tenho mais dor de cabeça! Minha amiga Margaret me
indicou um terapeuta que me hipnotizou! O médico me disse para ir
para frente do espelho, me olhar bem e repetir para mim mesma:

Não tenho dor de cabeça!
Não tenho dor de cabeça!
Não tenho dor de cabeça!

Fiz isso e a dor de cabeça parece que sumiu!
O marido respondeu.
- Que maravilha!

Então a esposa disse:

- Nos últimos anos você não anda muito interessado em sexo! Por que
você não vai a esse terapeuta e tenta ver se ele te ajuda a ter
interesse por sexo novamente?

0 marido concordou, marcou uma consulta e alguns dias depois estava
todo fogoso para uma noite de amor com a esposa.

Então foi correndo para a casa e entrou arrancando as roupas e
arrastando a esposa para o quarto.
Colocou a mulher na cama e disse a ela:
- Não se mova que já volto!

Foi ao banheiro e voltou logo depois pulou na cama e fez amor de
maneira muito apaixonado como nunca tinha feito com a esposa antes.

A esposa falou:

- Juca, foi maravilhoso!
Você nunca me deu tal prazer!

O marido disse novamente à esposa:
- Não saia daí que eu volto logo!
-Foi ao banheiro e a segunda vez foi muito melhor que a primeira. A
mulher sentou-se na
cama a cabeça girando em êxtase com a experiência.

O marido disse outra vez:
- Não saia que eu volto logo!
Foi ao banheiro.

Desta vez a esposa foi silenciosamente atrás dele e quando chegou lá
o marido olhava para o espelho e dizia:

- Não é minha esposa!
- Não é minha esposa!
- Não é minha esposa!

O velório de Juca será amanhã na capela do cemitério do Santo Amaro,
ás 16 horas.

4 de jan de 2009

A maldade do ser humano

Assistindo hoje bela ducentésima vez o filme do Homem Bicentenário (sacaram o trocadilho? han? han?), no final extremamente triste percebi como o ser humano é um bicho ruim.

Andrew, o robô, passou o filme inteiro tentando se adaptar a imperfeição humana. Quis se alimentar, sentir, se apaixonar, e enfim, morrer. Tudo isso para poder ser reconhecido como ser humano.

E quando finalmente um tribunal resolve dar-lhe a condição legal de ser humano, ele ironicamente havia falecido segundos antes de ter o seu desejo bicentenário atendido.

Isso só mostra quão podre e cruel é o ser humano. É assim no dia a dia. Sonhos são negados, arbitrariedades são cometidas e a gente simplesmente vai vivendo e aceitando ser mandado por desconhecidos que se julgam donos da razão e de nossas vontades.

O homem perdeu a sua liberdade quando descobriu o fogo, quando resolveu viver na companhia de outros homens. Quando foi criada a tal da sociedade, mesmo que primitiva.

Por mais avançado que seja o mundo, certos medos, lógicas e regras estão embutidas em nossas mentes e são vendidas como verdades uma geração após a outra. É por isso que o homem jamais conseguirá utilizar mais do que 10% de sua capacidade cerebral, dizem alguns.

Mas eu me pergunto, será que isso não é exagero, megalomania? Será que não estamos utilizando 100% das nossas capacidades mentais, ou seja, somos mesmo muito limitados e burrinhos?

O homem bicentenário era bem mais humano que a gente.

2 de jan de 2009

Leonard Nimoy is back!

Sheldon, pode começar a se remexer!

J.J. Abrams está fazendo mais um filme da série Star Trek (acreditem!), e olha só quem vai dar o ar da graça: ele mesmo!
Leonard Nimoy, o eterno Dr. Spock, numa versão sem Botox e muito mais enrugada!
Para delírio do público nerd e fã de Star Trek, o filme tem tudo para ser bem assistível levando-se em conta que o diretor de Lost e Fringe estará envolvido.
O trailer você confere abaixo:





Para ler a notícia completa, via UOL, clique aqui.

Piada

Um Alvirubro, um Tricolor e um Rubronegro da Ilha do Retiro.....

Fim de ano na escola, o professor entra na turma do terceirão e diz:
Pode sair todo mundo da sala, menos os três ferinhas. Aí foi aquela correria... então ele se dirige aos três alunos: Joaozinho(Alvirubro) , Pedrinho(tricolor) e o Juquinha(Rubronegro do Sport) :
-São os feras da sala, heim? Então vocês só serão aprovados se responderem corretamente a pergunta que irei fazer.
-O que minha pica tem haver com o hino do Brasil?
E em seguida mostra o membro de 28 cm e bate na mesa.
- O rubronegro do Sport responde logo: Gigante pela própria natureza.
-O tricolor diz: És belo, és forte, impávido colosso.

E o alvirubro do Nautico meio sem graça foi abaixando as calças e virando a bunda falou:
- Verás que um filho teu não foge a luta...

Papo de MSN

Thales@Maceió diz:
psiu
Thales@Maceió diz:
conhece joao pessoa?
Marcel diz:
sim
Marcel diz:
nao a fundo
Thales@Maceió diz:
la tem night?
Marcel diz:
no mundo todo tem night
Marcel diz:
la pras 18h começa a escurecer

que burro, dá zero pra ele!

1 de jan de 2009

Conscientização

Eu acredito que o mundo vai se acabar. E muito antes do que as pessoas dizem. Eu acredito que o mundo já entrou num processo cataclísmico irreversível.

Quer entender como e porquê isso está acontecendo?

Veja o vídeo abaixo e comece a rezar.